O novo Fake Number

materia_fakenumber_280111Este mês de janeiro foi uma mescla de emoções para a galera que acompanha o trabalho do Fake Number. Com a saída de Gah, Mark e Tony, Elektra e Pinguim decidiram tocar o barco mesmo assim e encontrar novos músicos para seguir com o trabalho da banda. Em poucas semanas, duas boas surpresas: a entrada de Marcus e de André para criar um novo ciclo no grupo.

Desmarcar shows? Nem pensar! A galera do FKN já fez até uma apresentação de boas vindas aos novos integrantes nesta semana, no clube Outs, em São Paulo. Aproveitamos um momento de respiro de Elektra para entender um pouco mais sobre o que rolou. Confira!

Tudo aconteceu depressa, em um único mês. Com a saída de três integrantes da banda, qual foi o primeiro pensamento de vocês? Rolou um medo de continuar?
Na verdade, não. Há algum tempo, eu e o Pinguim estávamos pensando em fazer essa mudança. A gente sabia que seria o melhor para a banda. E o FN é o nosso sonho, não vamos deixar ninguém atrapalhar isso, por mais difícil que seja. Por nós e pelos nossos fãs, decidimos continuar.

Como os fãs receberam a notícia? De onde vocês tiraram inspiração para levar o projeto da banda adiante?
Ficamos muito surpresos porque todo mundo entendeu superbem. Muita gente entendeu que a mudança foi para melhor. Isso só mostrou que escolhemos o melhor caminho!

Vi no Fotolog de vocês que houve mais de 1.200 e-mails de músicos querendo participar do Fake Number. Como foi essa receptividade? Essa também foi uma forma de força que vocês receberam para não deixar a banda acabar?
Sim, nós realmente não esperávamos todos esses e-mails. Eram músicos do Brasil inteiro nos mandando e-mails! Foi legal saber que muita gente gostaria de fazer parte da banda!

Como foi a seleção para a entrada do Marcus e do André? Vocês já os conheciam? Qual foi o ponto-chave para a escolha deles?
A gente ja conhecia o Marcus desde o começo da banda. Sempre fomos amigos! Então, o convidamos e, na hora, ele topou. Ele é a cara da banda, sem contar que também é um excelente musico. O Marcus gosta das mesmas bandas que a gente! Já o André foi uma história engraçada. Quando os nossos amigos músicos ficaram sabendo da saída de alguns integrantes, todos eles vieram indicar o André para ser o nosso baterista. Logo que conversamos com ele, decidimos na hora chamá-lo para fazer parte da banda!

A banda seguirá sem baixista?
Ainda não achamos um baixista que tenha a cara da banda. Por enquanto, nos shows, quem está dando uma força para nós é o Lucas (baixista do Hardneja Sertacore). Mas estamos à procura... Assim que a gente encontrar, apresentamos para vocês!

Como foi a receptividade da galera neste primeiro show com os novos integrantes, no clube Outs?
Foi perfeito! Me emocionei várias vezes no show... É muito lindo saber que, mesmo com todas as mudanças, os nossos fãs estão junto com a gente. Não importa o que aconteça, nós sabemos que eles vão estar lá por nós. Isso foi o que eles provaram com esse show: que o carinho só aumentou e eles sempre estarão ali dando força para a gente!

Vi que a banda já tem fotos atualizadas e embarcou em um novo pique. Qual será o próximo passo? Músicas novas?
Já temos algumas músicas novas e estamos loucos para gravar e lançar. Elas ficaram demais! Com certeza, mostram que a banda está mais madura e vai surpreender muita gente!

O que a galera que ainda não viu vocês no palco pode esperar desse novo momento do Fake Number?
Algo feito com toda a sinceridade do mundo. Nós estamos 100% focados na banda. Agora vem música nova, clipe novo, fotos novas e, em breve, CD novo... Aguardem!

materia_fakenumber2_280111

Entrevista cedida para a revista Yes! Teen.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta postagem!